Como escolher o buffet para o casamento? 10 dicas que facitam a vida dos noivos!

Durante a organização do casamento, uma das grandes questões é: o que servir de menu no grande dia?

Agradar aos noivos e aos seus distintos convidados pode ser uma tarefa mais difícil do que parece e decidir qual dos melhores buffets de casamento é o melhor para o estilo de casamento desejado pode ser um tanto quanto confuso.

Por isso, o Zankyou listou algumas dicas e conselhos, para que a sua escolha seja certeira e que o buffet o seu casamento torne-se um dos pontos altos da festa, deixando sabores inesquecíveis e aquele gostinho de quero mais!

1. Quantos convidados vocês terão?

É super importante saber o número quase exato, ou seja, bem aproximado, de convidados que vocês terão! Até por isso a contratação dos serviços de confirmação através da assessora, o famoso RSVP para seu casamento, é um fator interessante a se ter em conta.

Apenas fornecendo esse número o buffet poderá ter a quantidade ideal de produtos, na verdade, eles sempre terão uma reserva, para o caso de imprevistos, mas, melhor ter em conta a quantidade exata sempre.

2. Busque e peça referências do buffet!

Você pode muito bem fazer isso pela internet, através da nossa revista de inspirações e tendências Zankyou Magazine, e pra não perder tempo, que tal solicitar orçamentos aos buffets por meio do Guia de Fornecedores do Zankyou?

Arte dos SaboresSaiba mais sobre“Arte dos Sabores” Foto: Arte dos Sabores

3. Qualidade!

Busque um buffet capaz de “traduzir o sonho de cada casal em deliciosos cardápios”, conceito oferecido peloBuffet Vivi Barros, que faz questão de frisar que a principal função do buffet é sugerir o melhor cardápio e o melhor serviço que se encaixem no perfil dos noivos, de seus convidados e do espaço que vai receber a festa”.

Portanto, fique atento à apresentação e sabor dos pratos, que devem ser exatamente os mesmos apresentados durante a degustação e do grande dia.

4. Quais os serviços oferecidos pelo buffet?

Você tem que estar atento as suas necessidades em relação aos serviços oferecidos, portanto, antes de começar a pesquisar, que tal se questionar sobre o estilo de festa?

Muitos buffets não resumem seu trabalho apenas em preparar o que será servido e oferecem também serviços como garçons, maitres, entre outros. Por isso é interessante questionar o buffet sobre os serviços prestados durante o momento da contratação.

Rappanui GastronomiaSaiba mais sobre“Rappanui Gastronomia” Foto: Rappanui Gastronomia

5. Eles possuem opções alternativas?

Não apenas os convidados possuem paladares diferentes, os noivos também!

É importante também lembrar das crianças, pois o menu delas deve ser diferenciado do servido aos adultos e também dos alérgicos e que possuem uma opção de alimentação diferenciada, para tudo isso é necessário que o seu buffet ofereça menus alternativos com antecedência.

Rappanui Gastronomiaum dos melhores buffets de casamento do Rio de Janeiro, aconselha os noivos a “conhecer a história e os donos do buffet, além de participar de degustações, esses são fatores que facilitam na hora da formulação do cardápio”.

6. Leve em consideração a opinião de quem entende do assunto!

Além de buscar inspirações e referências é interessante ouvir o que o buffet tem a te oferecer, tanto em relações a opções e conceitos inovadores, como também os mais tradicionais. Não apenas os profissionais têm que buscar conhecer os noivos, mas também é importante que os noivos tenham interesse em ouvir ideias dos profissionais.

Chegar com uma ideia de buffet é bacana, no entanto, ser flexível a novas propostas e conceitos, que possam se adequar melhor a necessidade do casal.

Rappanui GastronomiaSaiba mais sobre“Rappanui Gastronomia” Foto: Rappanui Gastronomia

7. Personalização é a palavra-chave para o sucesso do casamento!

Hoje em dia a grande maioria dos buffets oferecem opções personalizadas e isso facilita, e muito, a vida dos noivos, já que muitas vezes alguns sabores pré estabelecidos não são compatíveis aos gostos dos noivos.

O buffet Arte dos Sabores enfatiza que a personalização a partir de um “planejamento cuidadoso, com foco a culinária contemporânea que mistura as principais influências gastronômicas, nordestina, tailandesa, italiana, mediterrânea e vegan”.

8. Os pequenos detalhes fazem a diferença!

Em geral os buffets são bastante atentos e questionam os noivos antes mesmo deles se darem conta de certos detalhes, como por exemplo: quantos convidados terão em cada mesa? Quais serão os talheres e louças que serão utilizados? Quantas mesas atenderá cada garçom?

Arte dos SaboresSaiba mais sobre“Arte dos Sabores” Foto: Arte dos Sabores

9. Aproveite cada segundinho da degustação! 

Como no seu grande dia tudo deve sair com perfeição, preste atenção a cada nota de sabor durante a degustação e aproveite esse momento para questionar, sempre estando aberto a troca de opiniões.

Prove com calma o sabor de cada prato, bebida e sobremesa, para que a sua escolha seja certeira.  Confira as 15 dicas perfeitas para a degustação do menu do seu casamento!

Buffet Vivi BarrosSaiba mais sobre“Buffet Vivi Barros” Foto: Murillo Medina

10. E se surge algum imprevisto e se faz necessário realizar alguma mudança de última hora?

Assegurem-se ter contratado uma empresa de qualidade, renome e tradição, capaz de levar esse tipo de situação com jogo de cintura, surpreendendo à todos com um prato similar, melhor ao que foi requisitado.

O ideal é já ter em mente, para caso isso aconteça, outras opções pré-estabelecidas.

Buffet Vivi BarrosSaiba mais sobre“Buffet Vivi Barros” Foto: Murillo Medina

Agora que já possuí algumas dicas para conhecer a empresa adequada para orquestrar o cardápio do seu dia “D” confira qual buffet se adequa melhor as suas necessidades e estilo de casamento desejado através do Guia de Fornecedores de casamento do Zankyou, e conheça também as melhores opções de bebidas para o seu casamento.

13 erros cometidos por todas as noivas: MENOS POR VOCÊ!

Você está radiante e muito  emocionada esperando o dia de caminhar até o altar com o vestido dos seus sonhos e finalmente dizer o “Sim, aceito” ao grande amor da sua vida.

Você se sente identificada, não é mesmo? Porém, até que este momento chegue, haverá muito trabalho e alguns obstáculos pelo caminho, e para que você chegue ao grande dia da sua vida sem se estressar muito, contamos aqui quais são os 13 erros mais comuns que cometem todas as noivas, para que você não cometa nenhum deles!

Foto: Sandra Aberg

1. Pensar que a organização do evento acontecerá como num passe de mágica

Algumas noivas têm o dom do planejamento e da organização, outras não. Mas se você faz parte do amplo grupo de noivas que não possui este dom natural, você deve fazer um esforço extra (se for necessário, peça uma ajuda à mãe, irmã, tia ou amiga) para montar uma planilha com todas as tarefas, responsabilidades e orçamentos do seu casamento.

E se você realmente não consegue ou não quer se responsabilizar por esta parte, não pense duas vezes e contrate uma assessora de casamento ou wedding planner e deixe tudo isto com eles!

2. Não comunicar todos os seus desejos e expectativas aos fornecedores

Ninguém pode imaginar o que você quer no dia do seu casamento, é você quem terá que dar os detalhes de como quer que seja a festa. Não adianta pensar algo maravilhoso e não informar ao seu assessor ou wedding planner ou aos seus fornecedores. Você deve ser específica e muito detalhista.

Uma boa dica é fazer uma pastinha com muitas fotos de referência relativas à decoração, buffet, doces, etc. Acima de tudo é fundamental se comunicar.

Foto: Carlie Statsky

3. Pedir que um amigo se encarregue dos problemas que possam surgir

Não, nunca faça isto! Em qualquer organização, de qualquer tipo de evento, aparecem probleminhas de todo tipo e roubam bastante tempo e energia de quem têm que resolvê-los, portanto, antes de pedir o favor a um amigo ou familiar, delegue aos seus fornecedores, são eles quem devem se responsabilizar pelos problemas que possam surgir durante os preparativos do seu casamento (e também durante o grande dia).

Também é muito importante que você não queira resolver tudo sozinha e por este motivo, a confiança nos fornecedores é fundamental!

4. Não conhecer todos os seus fornecedores

Este é um dos maiores erros que pode cometer uma noiva. Uma coisa é confiar no seu wedding planner, e outra muito diferente, é não saber que empresas ou fornecedores farão do seu casamento um dia inesquecível (para bem ou para mal, aqui você é a responsável).

Você pode ouvir os conselhos de quem sabe mais do que você, mas também deve pesquisar os trabalhos anteriores dos fornecedores, ler as opiniões de outros clientes (a internet está aí para isto!) e pesquisar outras empresas. Veja as opiniões no perfil dos fornecedores de casamento do Guia do Zankyou.

A palavra final deve ser sempre a sua. Você está gostando da ideia de ter uma assessoria? Então veja: Fadas-madrinhas modernas em São Paulo: 10 assessoras de casamento para o seu grande dia.

Foto: Cristina G Photography

5. Esquecer as alianças e objetos que serão usados durante a cerimônia religiosa

Parece mentira, mas não é coisa de filme não, acontece muito na vida real! Com tantas coisas para organizar, às vezes o mais básico é esquecido. Algumas semanas antes da cerimônia organize todos os objetos que serão utilizados, incluindo, claro, as alianças!

Uma boa ideia é fazer uma caixinha com coisas que devem estar presentes no dia e deixá-la preparada com bastante antecedência e em um lugar de fácil acesso (imagine se no dia você esquece e tem que pedir a alguém que busque a caixinha para você?). Visita o Guia do Zankyou e escolha a sua aliança de casamentocom tempo suficiente, para não ter que correr no último minuto.

6. Não ensaiar a cerimônia

Ok, você ama o fator surpresa e alguma adrenalina, mas no dia do seu casamento tudo deve sair da melhor maneira possível e é melhor deixar a adrenalina para a pista de dança ou para a lua de mel, mesmo.

É importante saber quanto tempo você vai demorar até chegar ao altar, como ficará a cerimônia com a música escolhida e com os convidados já nos seus lugares. O ensaio também vai ajudar você a se familiarizar com o lugar e a estar menos nervosa no dia do casamento. Uma dica? Convide amigos íntimos e use o sapato que você vai usar no dia, desta maneira você vai conseguir estar super tranquila no dia “D”.

Una boda súper romántica al aire libre – Foto Delbarr Moradi

7. Não se “familiarizar” com o vestido

O seu vestido está pronto, você foi a todas as provas e você simplesmente ama o modelo que escolheu – e guarda no armário até o dia do casamento! Errado! O vestido deve ser experimentado em casa, você deve caminhar com ele, fazer movimentos com a saia e sentir que ele é parte de você para que no dia do casamento, você esteja devidamente familiarizada com ele.

Vestido de noiva é como sapato novo, antes de estrear há que andar um pouquinho em casa. Além de fazer com que os seus movimentos sejam muito mais naturais no dia, usar o vestido vai fazer com que você se sinta tranquila e muito mais segura.

Foto: Delbarr Moradi

8. Querer refletir uma imagem que não corresponde com a sua personalidade

Quem nunca? No dia do seu casamento, mais que em nenhum outro dia, você deve refletir a sua alma e ser você mesma todo o tempo. Não queira fazer uma cerimônia que seja a cópia de outra, ou usar o vestido que fica lindo na estrela de Hollywood, mas que não tem nada a ver com você. Faça um exercício de autoconhecimento e pense no que você quer e como você quer.

Você é uma mulher moderna, mas o seu sonho é um bolo de noiva tradicional com 3 ou 4 andares? Ou você é tímida e romântica e quer uma decoração em tons de rosa, verde e branco e a sua melhor amiga aconselha você a decorar tudo em tons de vermelho e preto? Não! Tudo deve sair exatamente como você quer, ou melhor, como você é!

Foto: The Nickersons

Foto: The Nickersons

9. Não fazer prova de maquiagem e cabelo

Este passo é muito importante porque muitas vezes pensamos que um determinado penteado e maquiagem ficarão bem no nosso rosto e o resultado não é o que esperávamos, e assim temos tempo para trocar. Pedir que um assessor de imagem ajude você a ver que cores combinam melhor com a sua pele e que tipo de penteado pode ser o ideal com o vestido que você vai usar é essencial e para isto, existem profissionais especialistas em deixar as noivas lindíssimas e satisfeitas com o seu look. Isso sim, faça quantas provas sejam necessárias!

10. Pensar que deve estar tudo milimetricamente perfeito

Não caia na rigidez mental de que tudo deve sair milimetricamente perfeito porque sempre há uma margem de erro em tudo, e saber se adaptar é primordial. Não seja uma noiva histérica que está sempre “à beira de um ataque de nervos”. Antes de entrar em pânico, curta cada momento da realização do seu casamento, desde os aspectos importantes até pequenos detalhes, afinal é um dia único e irrepetível e os problemas em si, não são problemas, mas a maneira com que você os enfrenta podem fazer deles, meros acontecimentos, alguns deles inclusive divertidos.

11. Esquecer de agradecer os fornecedores

Fotógrafo, decorador, wedding planner, maquiador, estilista, buffet. Todos os fornecedores do seu casamento merecem o seu agradecimento pelo trabalho que fizeram no seu casamento. Pense que os fornecedores  trabalharam com muita dedicação e amor para que tudo saísse exatamente como você sonhou. Eles vibraram e sofreram junto com você e umas palavrinhas de agradecimento por telefone, por mensagem de Whatsapp, através de uma publicação do Facebook ou de qualquer outra forma, são sempre um grande incentivo para eles.

Foto: Ann Kathrin Koch

12. Não se divertir durante o planejamento

É claro que as frustações e os medos podem ocorrer em todos os momentos, mas nem por isto você deve se desesperar e no lugar de vê-los como ameaças à sua felicidade, a melhor opção é aproveitar cada uma destas sensações pensando sempre que você está organizando o dia mais feliz da sua vida.

Parece impossível mas é possível sim, se divertir com o nervosismo e com os pesadelos que podem surgir antes do dia do casamento (aquele sonho em que você chega ao altar nua e o noivo não está…ou qualquer outro do estilo).

Tudo deve ser alegria e se algo sai mal, o importante é ter tempo para arrumar. Com planejamento tudo pode ser mudado e no dia do casamento você deve simplesmente deixar fluir e rir, rir muito e se divertir! Veja as 5 coisas que você JAMAIS deve fazer 1 dia antes de se casar!

13. Ser uma noiva monotemática

“Ui, lá vem ela de novo, falar dos detalhes e do stress do planejamento do bendito casamento”. Não é o que você quer que os seus amigos pensem, não é mesmo? Mas cair nesta armadilha é bem mais fácil do que você imagina e para seguir sendo você mesma durante os preparativos do casamento, siga normalmente a sua vida: trabalho, esportes, programações culturais, etc. e faça um esforço por falar de outros assuntos, por mais que o seu casamento seja a coisa mais importante do mundo (não se sinta só nesta empreitada, pense que nós aqui no Zankyou, também pensamos que o seu casamento é a coisa mais importante do mundo!)

Você gostou deste artigo e está começando a planejar o seu casamento? Leia o artigo Como escolher o buffet para o casamento? 10 dicas que facitam a vida dos noivos!

Checklist de beleza da noiva

Fonte: Site GNT
Por Renata Demôro
Com quanto tempo de antecedência a noiva deve fazer a prova de cabelo e maquiagem? E as unhas, devem ser feitas no Dia da Noiva? Saiba quando fazer cada procedimento de beleza.

Os meses de preparativos para o casamento são cheios de expectativa dúvidas e ansiedade, mas tudo isso fica para trás quando chega o grande dia. Para evitar imprevistos na data do casamento, os cuidados de beleza devem ser programados e agendados com antecedência. A seguir, saiba em que período cada procedimento deve ser feito para chegar linda e feliz ao altar:

Tendência em maquiagem para noivas negras

1 – Seis meses
Esse é o momento de fazer intervenções mais agressivas na pele. Uma visita ao dermatologista é fundamental para determinar o que realmente precisa ser feito. Peeling, tratamentos para acne, procedimentos para rejuvenescimento facial e técnicas que dão viço devem ser feitas cerca de seis meses antes, o que evita a vermelhidão e a descamação da pele no dia do casamento.

2 – Cinco meses
Se você pretende fazer depilação a laser em áreas de destaque, como buço e axilas, inicie as sessões, pelo menos, cinco meses antes da data marcada para o casamento. Assim você não corre o risco de ter a pele descamando no grande dia.

3 – Quatro meses
Não é recomendado, mas se você pretende mudar o cabelo com formato ou cor diferentes do que está acostumada, considere fazer coloração e um novo corte quatro meses antes do casamento. Assim, se não ficar como você queria, dá tempo de aguardar o cabelo crescer. Se você quer perder uns quilinhos, procure uma nutricionista neste período e intensifique a rotina de exercícios físicos.

4 – Três meses
Faça hidratação ou reconstrução capilar. Visite o seu dentista e faça clareamento e limpeza dos dentes.

5 – Dois meses
Para ajudar a eliminar líquidos e toxinas, inicie sessões de drenagem linfática. O procedimento é indolor e, além de perder uns quilinhos, você ficará relaxada para encarar os últimos preparativos.

6 – Um mês
Se o seu cabelo tem química, visite seu cabeleireiro e retoque a raiz. Faça o teste de cabelo e maquiagem para o casamento. Neste momento você já terá definido o vestido e, o ideal, é fazer uma prova do look completo do grande dia. Se for usar véu e grinalda, certifique-se de também incluir estes itens no teste.

7 -Na semana do casamento
A depilação com cera deve ser feita três dias antes da data. Assim você evita a vermelhidão em áreas sensíveis, como o buço. Não deixe para fazer as unhas dia do casamento. Com a agitação você poderá estragar o esmalte. Marque horário com sua manicure dois dias antes do casamento.

8 – No grande dia
Se você não quer um dia da noiva relaxante, com massagens e banhos de imersão, convide as madrinhas e amigas próximas para ficar com você no local que escolheu para fazer cabelo e maquiagem. Em casa, no salão ou quarto do hotel, procure relaxar e curtir o seu dia.

Preparativos para o casamento: veja como driblar 5 momentos difíceis

Fonte: Terra

Planejar um casamento, especialmente quando o orçamento é uma imensa preocupação pode ser uma experiência emocionante, cheia de altos e baixos. Balancear os desejos de sua família e dos parentes do futuro marido pode gerar raiva, angústia e até depressão. Por isso, o site The Huffington Post criou um guia com os principais problemas do planejamento de um casamento e como superá-los.

Focar nos preparativos que realmente são importantes para você pode ser o segredo de um casamento dos sonhos Foto: Getty Images

Focar nos preparativos que realmente são importantes para você pode ser o segredo de um casamento dos sonhos Foto: Getty Images

Fase 1: quanto custa um casamento?
Apesar de estar há anos pesquisando em blogs e sites especializados sobre casamentos, quando realmente chegar a hora de arrumar os preparativos você certamente irá ficar espantada. “Deve ter algum engano” você irá se perguntar, mas não.

Supere este susto fazendo uma pesquisa específica na cidade e nos locais próximos ao lugar onde pretende se casar, assim você terá uma boa base de comparação de onde os preços são absurdamente altos e onde eles são razoáveis.

Fase 2: brigas com o futuro marido
Uma vez que você superou o susto com os valores de uma festa, a próxima fase é a raiva. Irá detestar a indústria de casamentos por pedir tanto dinheiro para um jantar com 75 pessoas. E, neste período, ficar com raiva do noivo também pode acontecer, pois é difícil equilibrar os sonhos dele com o orçamento.

Supere toda esta raiva lembrando que você e seu noivo estão vivendo juntos a mesma situação. Comece a pensar que o momento envolve vocês dois contra a indústria de casamentos que quer cobrar R$ 20 mil por um simples almoço. Assim você poderá evitar brigas com o futuro marido, trabalhando juntos e pensando em como driblar os gastos e o orçamento disponível.

Fase 3: começar a pensar que um amigo próximo pode tirar as fotos
Durante a fase de negociação você poderá começar a pensar que contratar alguém com pouca experiência ou mesmo um amigo para algumas tarefas vai reduzir os gastos. Pensamentos como “eu mesma posso fazer o meu vestido” irão passar pela sua cabeça.

Supere isso considerando que geralmente os empresários do ramo de casamentos são pequenos por isso os preços são tão altos. Além disso, apesar de os casamentos mais simples serem lindos, se você não tem nenhum dom para preparar algumas coisas por si só, a melhor opção é diminuir as expectativas quanto a um evento de princesa e contratar os serviços profissionais que estão a seu alcance.

Fase 4: vamos abrir mão do casamento e fugir
Em um momento, você pensará que está bem, mas irá brigar com sua mãe, começará a esquecer tudo e poderá passar por um período de depressão. Você irá ter certeza de que uma festa de casamento incrível não é para você e irá sugerir ao noivo: “vamos fugir para Las Vegas?”.

Supere esta fase delimitando o que realmente quer. Se ter um casamento grandioso nunca foi seu sonho, vá em frente e fuja! Mas se você está apenas frustrada com os preparativos, não desista. Converse com as pessoas mais próximas e peça ajuda.

Fase 5: apesar do orçamento, este casamento será incrível!
Eventualmente, você irá perceber que terá que fazer o melhor que pode com o orçamento que dispõe. Você irá focar no que realmente acha importante, afinal está casando com o amor da sua vida!

Supere esta fase colocando suas melhores roupas, tomando uma taça de champagne e lembrando que seu dia foi um sucesso.